Pesquisa

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Ano novo, é preciso nascer de novo

Paz, alegria, e prosperidade. Geralmente palavras ditas como mantras em um começo de ano. Talvez uma busca vazia, cheio de intenções que desvalorizam o caráter humano. E ano após ano, se repetem os rituais, promessas e metas, fazendo assim continuo a "existir" mais um ano sem uma verdadeira consciência de vida.

Como é bom renovar as esperanças, de fato o começo de ano tende a isto mesmo. Mas quanto de mim realmente está disposto a buscar a vontade de Deus?
Quanto de mim está disposto a se entregar mais a Cristo?

Sinceramente, nunca o ser humano irá descobrir o verdadeiro sentido de paz, alegria e prosperidade se não nascer de novo (Jo 3.3). Viveremos novamente nosso ano de maneira egoísta, buscando metas, ideais para que meu "eu" seja satisfeito.
Escorrego novamente nos mesmo erros, nas mesmas pretensões, e assim fazendo vivo mais um ano longe de uma verdadeira experiência com Cristo.

Que valor tem a paz se não a compreendo que somente em Jesus ela é satisfeita. Através dele a amizade entre Deus e o homem foi reestabelecida (Rm 5.1). Paz em meio às dificuldades e aflições,que certamente terei em mais uma ano. Paz em levantar pela manhã e saber que Cristo Jesus cuida de mim e conhece todas as minhas necessidades, essa verdadeira paz excede todo conhecimento humano (Fp 4.7). Pois mais do que circunstância  , confiamos em seu firme caráter.
Precisamos crescer em arrependimento, crescer em amor, crescer naquilo que faz de mim e você seres humanos verdadeiros, totalmente conscientes de que fora de Cristo, todos os dias,meses e anos serão vazios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário