Pesquisa

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

A Salvação é Tudo que o Homem Precisa


Cristo quando começou seu ministério estava consciente que a maior necessidade do homem era a salvação, e nunca pregou outra coisas a não ser esta mensagem. O homem estava morto, doente e sem esperança, e foi para esse o propósito de sua vinda (Lc 5.27-32). Temos ouvido tantas mensagens onde o foco não é mais a salvação e muito menos vida eterna, hoje o importante é pregar uma mensagem que atraia multidões, que encham templos e abarrotam bancos. Jesus sempre foi honesto, nunca omitiu nada, e não se preocupava com números de pessoas ou o sucesso ministerial, não veio para satisfazer o ego das pessoas e nem trazer uma mensagem de auto ajuda. Ele veio pregando a verdade que tem o poder de libertar o homem por completo. Sua mensagem continha a condenação que abria o caminho para o consolo. O evangelho de Cristo traz a boa notícia de Deus, e só entendemos esta notícia quando temos a consciência que existe a má noticia e sua justa condenação. Evangelho este que confrontava o homem, seus méritos, e seus próprios valores.
 Jesus não pregava sobre vitórias, sonhos ou outras coisas parecidas, é certo que em seu ministério Ele operou muitas curas e maravilhas, mas além de um ato de misericórdia e compaixão, o objetivo principal era para que todos cressem de fato que Ele era o Messias prometido. Lamentavelmente, a salvação tem sido deixado de lado ou até mesmo esquecida, porque esta não traz lucro e nem atrai multidões. O evangelho é simples, e não precisamos enfeitá-lo como  fosse uma árvore de natal, precisamos é estar conscientes de que a salvação é o suficiente para o homem, pois a mensagem atinge todo o ser do homem, em corpo, alma e espírito. Mas talvez você esteja pensando que o ser humano precisa de algo a mais, seja amor, carinho, sustento, esperança, consideração. Mas a mensagem da salvação por si só já é completa, ela abrange todo o âmbito de nossas vidas, mudando nossos valores, nossas emoções, nossas vontades, nosso convívio com o próximo, a maneira como lidamos com o dinheiro, de como tratamos nossa família e de como vivemos em meio a sociedade. Se o propósito final não for salvação e uma mudança de caráter, a mensagem não é verdadeira. Precisamos voltar a bíblia e observar a Paulo, João, Pedro e principalmente o mestre Jesus, onde suas mensagens eram recheadas de poder, e causavam realmente uma transformação de vida. Mesmo em condição deplorável, o homem consegue ter uma vida consciente e tem a possibilidade de exercitar a sua mente e a sua vontade, Deus abençoa tantos justos como os injustos (Mt 5.45). Porém o seu foco, suas vontades e seus conceitos morais não estão de acordo com os propósitos de Deus. E é nesse ponto em que os que crêem em Cristo se diferem com as demais. Todo o ser humano precisa ser salvo da ira de Deus, e esta salvação não somente inclui a área espiritual, mas o ser em um todo e até ser salvo dele mesmo, pois o coração do homem é enganoso e precisa ser moldado (Jr 17.9).

por: Alisson Bruno

Nenhum comentário:

Postar um comentário