Pesquisa

sábado, 9 de janeiro de 2010

O Homem de Nazaré(Parte3)


Seu Ministério estava no auge,com isso o ódio dos fariseus aumentava;Ele atendia a todos,era paciente e sempre agia com tranquilidade.Conseguia usar a sua inteligência,como uma alternativa de levarem as pessoas a pensar.
A multidão ia crescendo,sempre em busca de algo,a maioria queria ver milagres,mas no entanto não entendia sua verdadeira missão.
Esse homem tocava tão profundo nos corações das pessoas a ponto de ganhar confiança em um pequeno gesto.Não tinha medo de falar,encarava a todos nos olhos.pregava a verdade e nunca se deixou levar por opiniões alheias.Com facilidade conseguia expor todos os seus conceitos e sua doutrina.
No Getsêmani, poupou seus amigos de sua angústia,e sozinho orava.Conseguia percorrer em um ponto acima de oração, conseguia fazer com que a palavra oração fosse muito mais do que simplismente ajoelhar-se diante do Pai, Não tinha tempo ou hora certa, o certo era que anseiava sempre em orar.
 Suas Palavras eram sempre em favor dos outros, mas em uma única ocasião, chegou a transpirar sangue quando pedia por Ele mesmo.Sozinho,abatido,triste.Lá estava um Homem completamente ferido, sua alma não se aquietava e sua  mente focada em um único propósito.Ganhar o amor do mundo.
 Quando foi preso, ainda assim se manteve com uma postura que nenhum outro teve, conseguia ensinar em meio a um clima tenso.
Soldados com medo; medo de um Homem desarmado e frágil,mas com grande capacidade de impactar com suas palavras,
 afirmou,sem meias palavras,que se quisesse,poderia ter imediatamente sob seu controle mais de doze legiões de anjos.Como poderia alguém tão lúcido,coerente,inteligente,capaz de superar as intempéries como um maestro,estar tendo um surto psicótico?Cristo em momento algum abandonou sua lucidez.Era tão sereno que teve gestos que nem os mais ilustres pensadores seriam capazes de demonstrar num foco de tensão como aquele.Chamou seu traidor de amigo e deu-lhe a oportunidade de corrigir os pilares de sua vida.
Quem poderia compreendê-lo?
Jesus nunca esperou algo de seus discípulos,não exigiu nada deles,apenas previu que com medo eles o abandonariam.Conseguia ensinar muito e cobrar pouco, não se irritou com falhas, só esperava que os outros lhe pedisse ajuda.

Até quando sua voz se calou diante de seus acusadores,mesmo assim os ensinava.Ninguém nunca viu alguém agir assim,seu silêncio para eles era uma tormenta,não compreendiam como um Homem pudesse estar inerte a acusações que o poderiam levar a morte.
 Não abriu a boca diante daqueles que o condenavam, não disse quaisquer palavra em sua defesa, e quando falava algo, conseguia com apenas uma palavra os deixar ainda mais intrigados...
Ali estava um homem,ferido,maltratado,humilhado e mesmo assim; ensinando.
Recebeu o castigo que era para mim e você,as bofetadas, a coroa, os açoites eram para nós!!
Como uma ovelha muda foi levado,conseguia mesmo assim ensinar,sua fé nunca foi abalada.Na sua Cruz ainda assim demostrava sua compaixão pelos outros, nunca pensou em si, pelo contrário se entregou para que na sua morte,pudéssemos encontar a vida.
Foi lá na Cruz, em uma tarde de trevas , que se ouve uma frase que abalaria e transformaria para sempre a história do homem:

                                     "Está Consumado"

Um comentário:

  1. Graça e Paz amado estou seguindo seu blog.
    Gostei muito do que li.
    Me linka também.
    Fica na paz e firme nessa caminhada.
    Você é Sal da terra.

    ResponderExcluir