Pesquisa

domingo, 13 de dezembro de 2009

Tome a sua Cruz(parte 3)



O esforço de muitos pregadores (animadores) para alcançar mais pessoas com a mensagem do evangelho tem deslocado o centro dessa questão; em vez de apresentarem as condições para alguém ser discípulo de Jesus, eles acenam apenas com os benefícios de ser um discípulo de Cristo.




Sem perceber, muitos se tornam culpados de propaganda enganosa: a igreja tem usado letras garrafais para os benefícios e letras miúdas para as condições de ser discípulo. Parece propaganda de eletro-eletrônico.



Presas pela propaganda sobre Cristo, muitas pessoas decidem segui-lo sem compreender o que isso significa, mas apenas para ter acesso aos benefícios prometidos. Então, ao serem chamados para cumprir as condições muitos se decepcionam, se entristecem: viram consumidores enganados, reclamando por seus direitos.

Se você observar os evangelhos com cuidado, verá que Jesus nunca correu atrás de discípulos. Os discípulos é que O procuravam. Jesus não fez apelos emocionais nem implorou a quem quer que fosse para que o seguisse. Pelo contrário. Ele impôs condições para os candidatos a discípulos.


TOME A SUA CRUZ - Em Mateus 10.38 disse Jesus: Quem não toma a sua cruz e não segue após mim, não é digno de mim.




Tomar a sua cruz é assumir o compromisso definitivo com o Evangelho de Jesus Cristo.



 É o arrependimento, a conversão, o abandono do pecado, e o entregar-se à inteira dispensação do Senhor cumprindo os mandamentos de Cristo e fazendo a vontade do Pai.






Tomar a sua cruz é imitar o gesto do homem de Deus, o qual, sob o completo domínio de Cristo, disse: Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim (Gálatas 2.20).






Tomar a sua cruz é amar a Deus acima de todas as coisas e ao seu próximo como Cristo nos amou, se necessário, dar a sua vida por ele.






A palavra do Senhor diz que se você não ama o seu irmão, o qual você vê, como poderá amar a Deus o qual não vê? Quem assim procede é mentiroso, e os mentirosos não herdarão o reino de Deus.






Tomar a sua cruz é entrar pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.





Lucas 14.33 - Disse Jesus: Assim, pois, qualquer de vós que não renunciar a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo.



Se desejamos verdadeiramente seguir a Jesus, e sermos dignos de seu sacrifício redentor, precisamos assumir a nossa cruz, e nos alegrarmos com ela, pois assim fazendo, já não viveremos mais por nossas próprias forças, mas seremos sustentados pela força e pelo amor de Jesus:




“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim” Gl:2:20



Somente aquele que oferece a sua vida pessoal em sacrifício, à semelhança de Cristo, pode nascer de novo, e herdar uma vida incorruptível, de plenitude espiritual e comunhão com Deus


Que possamos reconhecer a cada dia o sacrifício de Cristo,e a cada dia nos negar a nós mesmo!!




Que a Graça do Senhor esteja sobre nossas Vidas.

2 comentários:

  1. Bruno,
    Permaneça firme na defesa da fé como nos ensina as Escrituras, anunciando a Cristo por amor.

    ResponderExcluir
  2. Amém,Silene,conto com sua ajuda!!fica na Paz

    ResponderExcluir